Blog Salto Alto

Salto Alto olímpico – Sorte no amor… Conheça os casais que deram azar em Londres

UOL Esporte

Aquela crença popular de “sorte no amor, azar no jogo” tem virado uma máxima nos Jogos Olímpicos de Londres. Alguns dos casais mais badalados fora das competições decepcionaram na 'hora da verdade' e vão voltar para casa sem conquistas.

Por isso, o Salto Alto separou sete pares de pombinhos que sairão de malas vazias, mas que pelo menos já têm o “colo'' garantido na viagem de volta.

1. Joanna Maranhão e Luciano Corrêa

O casal brasileiro Joanna Maranhão (natação) e Luciano Correa (judô) ficou longe do pódio em Londres.  A nadadora sofreu um mal estar no primeiro dia de competições e acabou ficando fora da disputa dos 400 m medley. Ainda se recuperou a tempo de competir nos 200 m borboleta e 200 m medley, mas não conseguiu resultados expressivos.

Já o judoca campeão mundial de 2007 caiu na sua segunda luta na categoria até 100 kg, mas foi ferrenhamente defendido pela namorada. “Judô é assim e meu orgulho por esse homem só aumenta, guerreiro'', postou Joanna no Twitter.

2. Federica Pellegrini e Fillippo Magnini

Ainda na piscina, o casal de nadadores italianos Federica Pellegrini e Filippo Magnini decepcionou e sofreu com uma enxurrada de críticas da imprensa local: “belos, famosos e perdedores”, publicaram os jornais.

O casal tem um currículo recheado de títulos mundiais e olímpicos, mas não conseguiu confirmar o favoritismo e terminou “zerado'' de pódios em Londres. Antes, porém, eles protagonizaram momentos fofos nos treinos à beira da piscina. Ficou de bom tamanho.

3. Paul Biedermann  e Britta Steffen

Em Londres, o amor realmente estava dentro da água. O casal alemão Paul Biedermann e Britta Steffen comprovou isso com muitos beijos e carinhos no Parque Aquático. Porém, o clima de romance não refletiu em medalhas.

Biedermann caiu na água em três provas, mas ficou fora do pódio em todas elas. Steffen competiu em quatro provas, também ficando longe das conquistas.

4. Russell Mark e Lauryn Mark

Os australianos Russell Mark e Lauryn também competem na mesma modalidade. Os dois escolheram o tiro como esporte, mas tiveram desempenho discreto em Londres.

Uma das explicações pode estar em uma notícia recebida por eles antes dos Jogos. O casal foi surpreendido por e-mail com a informação de que não poderiam dormir juntos durante o período de concentração na Vila Olímpica. Eles protestaram, reclamaram publicamente, mas não adiantou.

5. Damir Mikec e Melissa Mikec

O sérvio Damir Mikec e a mulher Melissa Mikec, de El Salvador, também não tiveram sorte no tiro nos Jogos Olímpicos de Londres.

Damir terminou na 16ª colocação na disputa de pistola de 50 m e em 17º na pistola de 10 m, enquanto a mulher foi apenas a 39ª na pistola rápida de 10 m.

 

6. Laure Manaudou e Frederick Bousquet

No caso dos nadadores franceses Laure Manaudou e Frederick Bousquet apenas a musa conseguiu classificação para os Jogos de Londres. O rival de Cesar Cielo nem passaporte carimbou, parando ainda nas seletivas nacionais.

Porém, na Inglaterra, a musa não conseguiu brilhar e ficou sem conquistas, terminando a competição à sombra do irmão Florent, ouro nos 50 m livre.

7. Fabiana Murer e Élcio Miranda

O fracasso entre os casais nos Jogos de Londres também atingiu o salto com vara. A brasileira Fabiana Murer é casada com o Élson Miranda, seu treinador, mas falhou na tentativa de conquistar sua primeira medalha olímpica e caiu ainda nas eliminatórias.

Apesar do relacionamento de anos, o casal sempre foi muito discreto e nunca dá demonstrações públicas de amor, fazendo com que o grande público não tenha muita percepção do romance.